Empréstimo consignado com fgts

A caixa econômica federal liberou os empréstimos consignados com FGTS como garantia do saldo devedor, existem umas regras que vamos explicar para você como elas realmente funcionam e com tudo isso os bancos podem firmar um tipo de convenio com as empresas.

Lembre-se que você deve se preocupar se vai conseguir arcar com as prestações do empréstimo consignado, saiba tudo sobre como pedir um empréstimo consignado com FGTS.

FGTS como garantia

De acordo com as regras os trabalhadores podem dar como garantia, até 10% do saldo do FGTS, somados a totalidade da multa que é de 40% do total de seu fundo de garantia, isso em caso de demissão sem justa causa, esses valores são retidos pelo banco assim que o trabalhador perde o vínculo com a empresa que o concedeu o empréstimo consignado, essa é mais uma conquista para o trabalhador de empresa privada, garantindo com que ele possa usufruir de um empréstimos com taxas mínimas praticadas no mercado. 

Se você é empregado de empresa privada e deseja fazer a contratação dessa modalidade de empréstimo, saiba que com essa nova forma de garantia, isso aumenta as suas chances e diminui ainda mais os juros por conta de uma maior segurança na quitação do pagamento, mas antes de ir em qualquer banco, veja na empresa onde trabalha qual é o banco conveniado, existe também a possibilidade da empresa não ser conveniada a nem um banco, isso tiraria de você a possibilidade de poder fazer esse empréstimo consignado. 

Documentos necessários 

Caso esteja tudo certo, sua empresa tem uma parceria com 1 ou mais bancos, você precisará de alguns documentos para dar andamento a esse empréstimo, os documentos necessários são os necessários para realizar qualquer outro tipo de empréstimo, são eles: RGCPFComprovante de endereço (como comprovante você pode utilizar sua conta de luz, água e telefone) e Extrato do salário, holerite, pagamento de pensão e ou benefício do INSS. 

Bancos 

Existem muitos bancos a onde você tem a possibilidade de contratar o empréstimo consignado alguns bancos cobrando mais outros menos taxas, mas para poder usar o FGTS como garantia, diminuindo ainda mais o juros dessa linha de credito, você tem uma maior facilidade com a Caixa Econômica federal.

Juros mensal:

HSBC:                2,20% a.m 
Caixa:                 2,41% a.m 
Santander:          2,56% a.m 
Bradesco:           2,74% a.m 
Banco do Brasil: 2,75% a.m 
Itaú:                    3,05% a.m  

Juros anual:

HSBC:                29,81% a.a 
Caixa:                 33% a.a 
Santander:          35,45 a.a 
Bradesco:           38,26 a.a 
Banco do Brasil: 38,42 a.a 
Itaú:                    43,47 a.a

Faça um Comentário